6 Erros Que Impedem O Ganho De Massa Muscular

O ganho de massa muscular não é uma meta tão simples assim e fácil de ser atingida. Para você alcançar esse objetivo é preciso trabalhar muito na realização de um conjunto de ações, que precisam estar em perfeita harmonia entre si, para viabilizarem o seu projeto.

Você não vai ganhar massa muscular, ter um corpo definido, sem praticar exercícios específicos e se alimentar corretamente, isso é fato.

É preciso entender também que o corpo não vai mudar com apenas algumas horas de exercícios físicos mensais.

Se você realmente quiser ter sucesso no seu projeto do ganho de massa muscular e  um corpo definido, tem que haver comprometimento, treinar bastante, se alimentar bem e descansar.

Quanto Tempo Leva Para Ter O Ganho De Massa Muscular?

Essa é uma pergunta muito frequente e a resposta é bem simples. A partir do momento em que você iniciar os treinos com cargas começará a estimular sua massa muscular.

Um bom programa de treinos vai ajudar os seus músculos a responderem eficientemente a esses estímulos promovendo uma adequada construção muscular.

Devido às particularidades ou individualidades biológicas de cada pessoa, algumas irão obter resultados mais rápidos enquanto outras precisarão de um pouco mais de tempo para conseguirem esses mesmos resultados.

É preciso fazer um planejamento individual seguir uma rotina de treinos elaborados pelo profissional da educação física, ter um período de descanso e é claro incluir uma alimentação saudável e equilibrada.

Entretanto muitas pessoas ainda cometem alguns erros comuns que as impedem de alcançarem os seus resultados.

Confira a seguir 6 deles e veja se você não está cometendo esses mesmos erros.

Treinos Insuficientes Ou Inadequados

 

Treinos para o ganho de massa muscular

Esse é um erro bastante comum, ou seja, treinos insuficientes, treinar inadequadamente ou simplesmente não treinar. É preciso entender que o treino é uma peça fundamental para que o ganho de massa muscular aconteça.

A musculatura só vai surgir com empenho e dedicação nos treinos. Esse treinamento precisa ser adequado às necessidades do aumento do volume muscular.

Dessa forma é necessário contar sempre com a orientação de um professor de educação física para montar os treinos focados no objetivo do aumento do volume muscular uma correta execução dos exercícios.

Consumo Insuficiente Ou Exagerado De Proteínas

 

Muitas pessoas que desejam um volume muscular maior recorrem ao aumento no consumo desse nutriente.

Sem a devida orientação essa ingestão muitas vezes é feita de maneira equivocada. Consumir proteínas de forma inadequada, para o objetivo do ganho de massa muscular, significa comer pouco ou comer de maneira exagerada. São dois extremos em situações bem distintas.

Quando se pratica atividades físicas há uma recomendação para o aumento da ingestão de proteínas diárias. Em se tratando de pessoas sedentárias a estimativa é de aproximadamente 1 e 1,2 gramas de proteínas. Essa quantidade já estaria de acordo com essa condição.

Se a pessoa já é praticante de atividades físicas as recomendações podem variar entre 1,6 a 2 gramas por quilograma de peso corporal. Essa variação deve estar de acordo com a massa corporal.

É um erro consumir baixa quantidade proteína ou uma grande quantidade em alguns momentos.

Na realidade o correto é fracionar esse consumo ao invés de concentrar essa ingestão proteica no almoço, ou no pós-treino, por exemplo.

Alimentar direto para ter o ganho de massa muscular

A dica é não consumir porções exageradas, a ideia aqui é fracionar esse consumo ao longo do dia, no café da manhã, no almoço, num lanche ou jantar.

Assim com pequenas refeições ao longo do dia, os músculos terão frequentemente aporte de energia e proteínas.

Para saber o que é mais adequado para o cada caso é preciso fazer uma avaliação nutricional.

Outro erro muito comum é o consumo exagerado de proteínas. Isso também não é saudável e acarreta um problema.

A proteína é um nutriente que dá uma grande saciedade e dessa forma a pessoa deixa de ingerir outros alimentos que também são necessários para o ganho de massa muscular.

Fica a dica uma maior ingestão não vai acelerar os resultados. O consumo adequado aliado a outros fatores é que vai determinar o ganho de massa muscular.

Para funcionar bem o consumo não deve ser demais ou de menos tem que ser na medida certa.

Consumo Inadequado de Carboidratos

 

O carboidrato é um nutriente muito importante e não deve ser retirado da dieta. Vale lembrar que o carboidrato é o nutriente fundamental na geração de energia, extremamente necessária para um treinamento eficiente.

Ele deve estar lado a lado com a proteína no ganho de massa muscular. É preciso aumentar o consumo de alimentos ricos tanto em carboidratos de boa qualidade como em proteínas.

Bons exemplos para essas composições podem incluir: pão integral com queijo branco, sanduíche de atum e/ou peito de frango, salada com atum e batatas, macarrão ao sugo com carne moída ou frango desfiado, etc.

O consumo de carboidrato de boa qualidade na proporção adequada para cada pessoa é essencial para atingir os resultados esperados.

A indicação da ingestão de carboidrato varia um pouco de acordo com o tipo de atividade física, com a rotina e a quantidade de refeições.

Mas a dica é melhorar a qualidade do carboidrato consumido. A ingestão em excesso e também se a qualidade não for legal a tendência é provocar um ganho de gordura.

Consumo Reduzido de Gorduras

 

Esse é um tema que gera polêmicas e que muitas pessoas ainda têm medo. A ingestão de gordura desperta nas pessoas um certo receio.

Mas o nosso corpo precisa de gordura para a produção hormonal e também para a absorção de algumas vitaminas.

O consumo de gordura estimula a liberação de bile no intestino delgado. Isso ajuda a dissolver a própria gordura ao mesmo tempo em que promove a liberação das vitaminas presentes nela.

Então para quem deseja ganhar massa muscular não consumir gordura é um erro.

Com a baixa ingestão o indivíduo não terá uma produção de gordura e também não terá um ganho de massa muscular realmente consistente.

Mas as gorduras precisam ser boas, como o azeite de oliva, abacate, gordura de coco,oleaginosas como as castanhas, amêndoas, nozes, amendoim, para ajudar a atender as necessidades do organismo e colaborar para o sucesso do ganho de massa muscular.

Beber Pouca Água

Para o ganho de massa muscular beba água

Beba bastante água, o nosso corpo tem uma necessidade muito grande desse líquido precioso. Se a pessoa não bebe água acaba incorrendo em um grave erro.

Basicamente todas as reações químicas de construção de músculos dependem de água. Então para quem quer ganhar massa muscular, e já treina, se alimenta corretamente, precisa complemar essas ações com uma boa hidratação.

A recomendação da ingestão de água é muita parecida com as calorias da dieta.

Se a dieta está hipercalórica a pessoa tem que beber água de maneira muito consistente. Algumas recomendações são de 1 caloria 1 ml de água.

Então não esqueça de beber água caso contrário os resultados não vão acontecer de maneira satisfatória.

Não hidratar pode trazer risco porque a água no corpo é importante para tudo. O consumo do líquido é uma prática nutricional fundamental, pois, a hidratação mantém o organismo em equilíbrio.

Não Descansar Adequadamente

 

Muitas pessoas acham que precisam de treinos pesados diariamente para acelerar os resultados. Isso não é verdade.

Para aumentar o volume muscular também tem que haver descanso. Não é legal exercitar todos os dias para alcançar esse objetivo mais rápido.

Para os músculos se reconstruírem é preciso repouso, caso contrário eles perderão força e tamanho.

Dormir bem todas as noites também faz parte desse processo. Durante o período do sono se renovam as energias, as células e os tecidos musculares se regeneram.

A fibra muscular precisa desse tempo para descansar e se recuperar.

Parabéns! Muito bom mesmo você ter chegado até aqui na leitura desse artigo.

Confira neste vídeo que é super rápido uma dica sobre o principal segredo para ganhar massa muscular.

Resumindo agora você já sabe que para ter o ganho de massa muscular precisa:

  1. Treinar adequadamente sempre acompanhado e orientado por um bom profissional da educação física;
  2. Precisa consumir proteínas na medida certa, nem mais e nem menos;
  3. Consuma carboidratos de boa qualidade porque sem essa fonte de energia você não será possível obter resultados, mas cuidado com os excessos;
  4. Consuma gorduras boas, pois, são essenciais para o desenvolvimento hormonal;
  5. Cuidado para não esquecer da hidratação, é preciso beber bastante água;
  6. E para completar é necessário reservar um tempo suficiente para o descanso entre os treinos e também boas noites de sono.

Gostou das dicas então curta e compartilhe ou deixe o seu comentário logo abaixo.

2 Comentários

  1. izabel

    Parabéns, muito boa a reportagem gostei, continue postando.

    • Olá Izabel,

      Que bom que você gostou do artigo! Todas as pessoas podem aumentar a massa muscular e o grande desafio rumo a essa conquista é manter o foco, a disciplina e principalmente evitar os erros que impedem de alcançar esse objetivo. E a motivação para o sucesso desse projeto deve vir dos benefícios do ganho de massa, para a saúde, que vão muito além da parte estética. Ganhar massa muscular deixa o corpo mais forte, ajuda na prevenção de lesões articulares, melhora a imunidade, a postura, o humor e até mesmo a qualidade do sono. Muito obrigado pela visita e também pelo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.