Dicas de Alimentação Para Quem Treina De Manhã, A Tarde E A Noite

Alimentação para quem treina pela manhã, a tarde ou a noite tem que ser bem planejada para estar de acordo com o período destinado para os exercícios físicos.

Você já sabe que tem que se alimentar corretamente antes, durante e depois das atividades físicas.

Portanto, é preciso elaborar um cardápio que seja apropriado para suprir as necessidades do organismo nesses horários específicos.

Antes durante e depois dos treinos o corpo perde nutrientes importantes e a reposição deve ser feita forma correta e nas quantidades certas.

Uma alimentação deficitária ou em excesso pode ser muito prejudicial para o corpo, atrapalhando tanto o desempenho quanto a própria recuperação do organismo após os treinos.

Um cardápio bem elaborado deve levar em consideração os objetivos dos exercícios físicos, as atividades habituais bem como os horários dos treinos. Confira a seguir algumas dicas:

Alimentação Para Quem Treina Pela Manhã

Se for treinar bem cedinho a opção deve ser por carboidratos simples, como pães, barras de cereais, biscoito simples, frutas como o melão.

São alimentos de absorção rápida que forneceram energia imediata para a prática dos exercícios físicos, poupando e preservando as proteínas que alimentam os músculos. O café mais reforçado deve ficar para depois dos treinos.

Se o horário escolhido para os treinos for no meio da manhã o café deverá ser completo contendo fibras, cereais, pão integral entre outros, pelo menos três horas antes das atividades físicas.

Num intervalo de meia hora antes dos treinos é aconselhável fazer um lanche mais leve sem a inclusão de alimentos integrais.

Alimentação Para Quem Treina No Horário Do Almoço

A recomendação nesse período do dia é a ingestão de alimentos de baixo índice glicêmico, mantendo assim os níveis de glicose no sangue durante as atividades físicas.

Uma boa opção são frutas como a banana, maçã, pera, ameixa, pêssego e as oleaginosas. Os biscoitos de água e sal também podem fazer parte desse lanche.

O almoço deve ficar para depois dos treinos, pois, é preciso esperar pelo menos duas horas de repouso para depois fazer os exercícios.

Alimentação Para Quem Treina No Período Da Tarde

Alimentação para quem treina inclui torradas com geleia

Nesse período também a dica também é para alimentos de fácil digestão como carboidratos simples, sucos de frutas, ameixa seca, castanhas, torradas, pão branco com geleia.

Esses alimentos vão fornecer a energia necessária mais rápida para os treinos. É recomendável evitar leite e derivados, assim como fontes de fibras nesse período antes dos exercícios.

Alimentação Para Quem Treina À Noite

A dica é bastante simples e semelhante à aquelas para quem treina no horário do almoço. A recomendação é o consumo de alimentos mais leves como uma maçã, pera, laranja.

Quando o treino durar mais de uma hora é legal fazer um lanche como um sanduíche de pão com queijo branco e peito de peru, carboidrato e uma fonte de proteína, para dar uma reforçada nas reservas de energia. A janta deve ficar para depois dos treinos.

Dicas de Cuidados Durante Os Treinos

Alimentação para quem treina exige boa hidratação

A alimentação para quem treina é muito importante assim como uma boa hidratação. Quando os exercícios passarem de uma hora a dica é a reposição com carboidratos. Isso ajuda a evitar a fadiga muscular e aliviar o cansaço físico.

Opções bastante práticas para essas reposições são a ingestão de alimentos como a banana, a água de coco, barra de cereais, bebidas isotônicas a base de maltodextrina. Eles podem ser consumidos normalmente durante os treinos.

Dicas de Cuidados Para Depois Dos Treinos

Você deve reforçar a alimentação logo após os treinos de preferência dentro do intervalo de 30 minutos a duas horas depois das atividades.

Alimentos ricos em carboidratos complexos e proteína são recomendados nesta refeição: peixe, carne, frango, ovos, pão integral, batata doce, queijos e também alimentos antioxidantes como frutas, verduras e legumes entre outros.

Concluindo! Uma boa alimentação para quem treina é um fator essencial para a obtenção dos melhores resultados. Fazer um planejamento alimentar integrado com os exercícios físicos regulares representa um jeito saudável para viver bem aproveitando todos os benefícios da prática esportiva.

Gostou desse artigo então curta e compartilhe! Deixe o seu comentário logo abaixo.

2 Comentários

  1. Daniel

    Olá,
    Qnt a composição nutricional de cada refeição, tudo bem. Muito legal!
    Mas, colocar pão (q hj em dia tem 600x mais gluten, para ser resistente a pragas), cereais, leite, peito de peru (caso embutido), ou qlqr outro produto industrializado, foge completamente a biomedicina.
    Se o foco é nutricional, esses são antinutrientes, os famosos xenobioticos; q vão fazer seu organismo precisar de muito mais nutrientes para serem eliminados, anulando assim, o q era favoravel nos alimentos de qualidade das refeições.
    Acho q a galera podia esquecer um pouco oq se aprende na faculdade, e procurar mais sobre biomedicina, q vem antes de qlqr coisa. (Lembrando q 2 períodos induzidos pela indústria, não ensinam nada)
    Obs: é só meu ponto de vista
    Abraços

    • Olá Daniel,

      Para praticar atividades físicas, em períodos diferentes, mantendo a energia e disposição e alcançando um bom rendimento é necessário melhorar os hábitos alimentares. Seja qual for o objetivo dos treinos, emagrecimento, condicionamento, ganho de massa muscular ou manutenção da boa forma física. Uma alimentação simples e natural, mais saudável, sempre irá nutrir melhor o organismo. É importante a consulta com um profissional da área da nutrição para a elaboração de um cardápio personalizado com uma dieta específica para suprir as carências nutricionais individuais, de acordo com as atividades físicas praticadas. Muito obrigado pela sua visita e também pelo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.