Como Reduzir A Perda De Massa Muscular

Você sabia que perde massa muscular à medida que os anos vão passando? É verdade, isso realmente acontece. 

Essa perda de massa muscular faz parte do processo natural de envelhecimento do corpo humano.

E levando em conta as características biológicas e o estilo de vida de cada um essa redução pode variar de 30% a 50% dos 40 aos 80 anos.

Hoje um dos principais responsáveis pela perda de massa muscular com a idade é o sedentarismo considerado um dos grandes males do século.

Não ser um indivíduo ativo e deixar de praticar atividades físicas regularmente traz sérias consequências à saúde e uma delas sem dúvida nenhuma é a redução de massa muscular.

Como se trata de um processo natural essa perda é inevitável. E tanto homens quanto as mulheres, a partir dos 30 anos de idade, já começam a perder massa muscular de forma mais acentuada.

Apesar de inevitável a boa notícia e que essa perda pode ser desacelerada. Mas como isso é possível?

Como Desacelerar A Perda De Massa Muscular?

 

mulher se alimenta com uma fruta e faz exercício com peso para reduzir a perda de massa muscular

Para você entender os mecanismos que envolvem o processo de perda ou ganho de massa muscular é preciso considerar os processos metabólicos ocorridos no tecido muscular.

 

Nos nossos músculos existe um determinado balanço proteico entre a síntese, produção ou anabolismo, e a degradação, quebra ou catabolismo das moléculas de proteínas musculares.

 

Ganhar ou perder massa muscular está diretamente relacionado a esse balanço proteico muscular.

 

Existem fatores que interferem nos dois processos e que explicam as circunstâncias que proporcionam a perda ou ganho de massa muscular.

 

Em estudos recentes ficou comprovado que os estímulos que interferem diretamente nesse equilíbrio proteico muscular se resumem a dois grupos de fatores:

 

1) Atividade Física

2) Aporte Nutricional

Atividade física

 

 mulher fazendo exercícios de musculação para ajudar a reduzir a perda de massa muscular

 

Com o avançar da idade é comum uma redução da solicitação física. Deixar de praticar atividades físicas tem efeitos devastadores sobre a síntese de proteínas. E como consequência dessa inatividade ocorre uma perda acelerada de massa muscular.

 

Um exemplo pode ser observado quando alguém precisa imobilizar algum membro em virtude de uma fratura. Ao retirar o gesso é possível perceber o quanto de massa muscular foi perdido em curto intervalo de tempo.

 

Entretanto na mesma velocidade em que essa atrofia acontece, quando há um processo inverso, ou seja, um aumento da solicitação física, a musculatura responde rapidamente.

 

Daí começa a elevar a síntese de proteínas e isso leva a uma desaceleração e até à reversão da perda de massa muscular.

 

Os exercícios físicos realmente trazem disposição e energia e ajudam a rejuvenescer a musculatura anulando os efeitos negativos relacionados ao processo do envelhecimento. Atenuando de certa forma essa perda de massa muscular.

 

De acordo com avaliação de um professor de educação física o programa de treinos poderá ser completo e envolver tanto atividades aeróbicas, como as anaeróbias ou exercícios resistidos, ou seja, aqueles feitos com pesos, faixas elásticas, molas, bolas, entre outros. Essas atividades ajudam no fortalecimento muscular.

 

Uma atividade bastante recomendada é a musculação. Entre os seus vários benefícios para o corpo essa atividade consegue barrar o processo de perda de massa muscular, combatendo inclusive a formação de um acúmulo de gordura corporal.

 

 

Acumular gordura é bastante comum a partir dos 30 anos de idade e esse processo deixa o corpo com uma aparência mais velha. Portanto a dica é praticar a musculação pelo menos 4 vezes por semana e você já vai perceber bons resultados.

 

Aporte Nutricional

 

Uma alimentação adequada tem um papel essencial neste balanço de efeitos. O fator nutricional com o aporte de proteínas e aminoácidos quando associados aos estímulos provenientes das atividades físicas potencializam de maneira significativa a síntese de proteínas musculares.

 

Essa contribuição é decisiva no processo de desaceleração e até reversão da sarcopenia ou perda de massa muscular.

 

 

É preciso fazer todo um planejamento nutricional, montar um cardápio com uma alimentação adequada, com todos os nutrientes necessários, para o devido aporte energético para conquistar o ganho de massa e uma boa saúde muscular.

 

Vale lembrar que é imprescindível que se faça uma avaliação e que se tenha um acompanhamento profissional durante as atividades.

 

Fazer um check-up é legal também e isso vai possibilitar escolher uma atividade mais indicada para o seu perfil e condições de saúde.

 

Todas essas dicas são importantes, praticar a musculação e outras atividades físicas regulares com alimentação adequada vai te ajudar a desacelerar a perda de massa muscular e até vai permitir ganhar mais músculos.

 

Dessa forma sua saúde e qualidade de vida vão melhorar consideravelmente.

 

Gostou desse artigo então curta e compartilhe! Deixe o seu comentário logo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.