O Estresse No Ambiente De Trabalho

O estresse é cada vez mais frequente em quem tem que administrar a vida profissional e familiar.

Ele está presente o tempo todo em várias situações do  dia a dia.

O início do estresse está na ansiedade gerada por essas situações do cotidiano.

Neste mundo de economia globalizada  e competitiva a busca por resultados e metas a serem atingidas são incessantes.

E quando o seu estado emocional não está bem, os sentimentos negativos afloram com muita mais força. 

Quando não se está feliz no seu ambiente de trabalho, o simples fato de acordar cedo para ir trabalhar passa a ser um tormento, algo angustiante.

Há muitos relatos de pessoas que passaram por situações de chegar em casa e se trancar no quarto e chorar, não conseguir se alimentar direito, não conseguir dormir, nem se desligar do trabalho,  sentimentos de tristeza,  solidão, cansaço, agressividade principalmente com seus familiares.

o estresse causa tristeza e solidão

Mas porque isso acontece? Atualmente os empregados estão trabalhando muito mais do que à trinta anos atrás.

As empresas reduziram seus quadros de funcionários onde antes haviam dois ou três trabalhadores hoje existe apenas um,  e a pressão por resultados só tem aumentado.

O efeito de tudo isso é óbvio o cansaço não apenas físico mais também mental. O estresse é algo que nossos avós não conheceram, mas hoje em dia qualquer pessoa sabe que se não encontrar uma válvula de escape vai acabar explodindo.

É preciso ficar atento e reconhecer os primeiros sinais para evitar que o estresse chegue a níveis incapacitantes.

São três estágios mundialmente conhecidos e aceitos pela Organização Mundial de Saúde – OMS.

1)      Nível de alerta – Quando a produtividade começa a cair, você já não sente interesse por mais nada. Há um desgaste ao acordar pela manhã;

2)      Nível de resistência – A irritabilidade aumenta bastante, começam a surgir os tremores de extremidades nas mãos, e também a sudorese;

3)      Nível de exaustão – Quaisquer que sejam as providências, elas devem ser tomadas antes de chegar neste estágio. Nesse nível começam a aparecer as enfermidades. Você fica sujeito a quaisquer tipos de doenças, principalmente as cardiovasculares. Fica suscetível a infecções, tonturas, não consegue dormir, têm insônias, mãos frias, formigamentos.

Como enfrentar o estresse no trabalho?

Como enfrentar o estresse no trabalho

Felizmente alguns bons empresários  não demoraram a perceber os efeitos negativos que esse tipo de situação podia causar em seus funcionários.

E vale lembrar aqui que o maior  patrimônio de qualquer empresa não seus ativos financeiros, produtos e serviços  ou os seus clientes.

O maior patrimônio são os seus funcionários. Isso não significa que eles pertençam à empresa. Mas são eles que fazem a empresa caminhar, crescer e prosperar.

Afinal de contas gente se relaciona com gente e o funcionário é a primeira imagem da empresa. E esse trabalhador quando bem motivado e feliz ele se sente preparado e pode representar um aumento de produtividade de até 45% no trabalho de acordo com pesquisas.

Todo mundo quer trabalhar em lugar legal, harmonioso e também ser bem remunerado. Um salário decente faz toda a diferença no mês.

Para produzir mais e cada vez melhor o funcionário precisa de duas coisas: mais energia física e mais equilíbrio mental. E para que isso aconteça é preciso melhorar a qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Alguns cuidados simples podem melhorar bastante a saúde no trabalho e também fora dele:

lazer a atividades físicas combatem o estresse

a)      A primeira coisa fundamental é ter prazer no que faz;

b)      Planejar melhor o dia a dia, o tempo e as metas de trabalho;

c)       Todo mundo já sabe e é universal atividade física é fundamental para saúde física e mental;

d)      Uma boa alimentação adequada e fracionada;

e)      Atividades de divertimento e lazer;

f)       Tenha um tempo para relaxar e também para meditar. A nossa cultura ocidental não deixa a gente parar de pensar. Tem que haver um momento para desacelerar, meditar, tirar os pensamentos da cabeça. Essa fadiga mental é propulsora do estresse, ou seja, você fica o tempo todo ligado;

Ao sentir que não está bem que já não consegue fazer as coisas como antes, já não tem a mesma disposição para atividades do trabalho, de casa ou do lazer, então é hora de procurar ajuda.

O médico psiquiatra ou o psicólogo são os profissionais da saúde indicados para lhe ajudar.

A saúde psicológica é tão importante e imprescindível para o trabalhador quanto à  saúde física.

O equilíbrio físico e emocional do empregado faz toda a diferença na vida. Na vida dele e na vida da empresa também.

Gostou dessas dicas então curta e compartilhe! Deixe o seu comentário logo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.