Você Sabe O Que É Arritmia Cardíaca?

A  arritmia cardíaca é uma condição na qual o paciente acometido apresenta um ritmo cardíaco irregular, podendo consistir tanto em um batimento acelerado, mais lento ou irregular.

Mesmo que não seja considerada como uma condição grave clinicamente, é importante procurar um cardiologista, pois apenas o profissional poderá indicar a gravidade do caso e os tratamentos possíveis.

São duas as condições cardíacas mais recorrentes, a taquicardia, na qual os batimentos do coração ficam acima de 100 por minuto e a bradicardia, na qual o ritmo cardíaco é menor do que o considerado normal.

O ritmo cardíaco, normalmente, fica entre 60 e 100 batimentos por minuto.

Entretanto, em algumas situações, os batimentos podem ser mais lentos, sem necessariamente ser diagnosticada a arritmia.

Isso ocorre com atletas e quem pratica atividades físicas frequentemente e também quem faz ingestão de medicamentos para diminuição do ritmo cardíaco.

Nesses casos a frequência cardíaca fica entre 55 batimentos por minuto.

Quais As Causas Mais Frequentes De Arritmia Cardíaca?

 

Uma mulher com arritmia cardíaca

É possível que a arritmia cardíaca surja a partir de duas situações distintas, tanto por fatores hereditários, quanto por hábitos de vida prejudiciais à saúde.

Entre algumas das causas mais comuns da condição cardíaca irregular podemos destacar:

  • Ansiedade, estresse e crises de pânico;
  • Anemia;
  • Doença de alguma das válvulas cardíacas;
  • Exercícios físicos (realizados de forma inadequada);
  • Baixos níveis de oxigênio no sangue;
  • Tireoide excessivamente ativa.

 

Não são apenas causas genéticas e físicas que podem ocasionar o problema cardíaco.

Alguns hábitos de vida podem ser determinantes no surgimento ou não da arritmia, sendo agravantes em casos de pessoas com predisposição a desenvolver uma disfunção do ritmo cardíaco. São eles:

  • Uso de pílulas para emagrecimento;
  • Consumo excessivo de cafeína;
  • Ingestão recorrente de alguns medicamentos, como para o tratamento de doença da tireoide, asma, pressão alta ou ocorrências cardíacas;
  • Uso de cocaína;
  • Consumo de nicotina presente nos cigarros.

 

Mesmo que algumas causas sejam mais frequentes do que outras, apenas um cardiologista poderá determinar qual a origem do problema, os exames necessários para o diagnóstico e os tratamentos possíveis.

Quais Os Exames Cardíacos Necessários?

 

Diagnosticar a Arritmia Cardíaca

Ao apresentar algum dos sintomas acima ou ter um histórico familiar com problemas cardíacos, deve-se procurar um médico especialista para realizar os exames necessários com o intuito de identificar a condição.

Entre os exames que permitem diagnosticar a arritmia cardíaca destacam-se os seguintes:

  • Eletrocardiograma;
  • Monitoramento cardíaca ambulatorial, com uso de Holter 24 horas;
  • Ecocardiograma;
  • Angiografia das coronárias;
  • Estudo eletrofisiológico.

 

Após a realização dos exames e identificação da causa do problema, o cardiologista pode indicar uma série de tratamentos, desde o medicamentoso ou cirúrgico até mesmo mudanças nos hábitos de vida.

A propósito se você gostou desse artigo e deseja saber mais detalhes sobre a arritmia cardíaca confira neste vídeo outras informações também importantes.

Lembre-se que a prevenção sempre é o melhor remédio, portanto, cuide bem da sua saúde com alimentação saudável e atividades físicas regulares e procure atendimento médico para os exames rotineiros.

Artigo por Bruno Silva.

Gostou do artigo então curta e compartilhe! Deixe o seu comentário logo abaixo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.